sábado, 20 de março de 2010

A COLUNA DE ARLETE PIEDADE - DIA INTERNACIONAL DA POESIA- 21 DE MARÇO DE 2010 SANDRA FAYAD EM PORTUGAL

A COLUNA DE ARLETE PIEDADE - DIA INTERNACIONAL DA POESIA- 21 DE MARÇO DE 2010 SANDRA FAYAD EM PORTUGAL

A exemplo do que foi feito no Dia Internacional da Mulher, a 8 de Março, em que elegemos a colaboradora do jornal, Maria da Fonseca, como um exemplo de uma vida, também hoje o fazemos a propósito do Dia Mundial da Poesia, homenageando como representante dos poetas colaboradores do jornal, Sandra Fayad.

Mas melhor será dar-lhe a voz para nas suas próprias palavras nos explicar o seu percurso na vida profissional e como chegou á poesia:
Sandra Fayad (Por ela própria)

Atividades Literárias - História:

Viveu com seus pais na área rural do interior do Brasil até aos sete anos de idade, quando foi para a casa de parentes na cidadezinha onde nasceu, há 50 km de distância, para começar seus estudos. Aos doze seu pai a levou para uma metrópole para continuar os estudos porque não queriam que ficassem sem estudar.
Havia morado todos os períodos letivos até então em casa de um irmão da mãe que não tinha filhos, mas foi despejada junto com seu irmão menor para dar lugar aos dois irmãos do meio, que atingiam a idade escolar. Os tios achavam que quatro crianças sob sua responsabilidade era demais, especialmente porque, de todos, ela era a mais «teimosa».

Leia esta crónica completa

2 comentários:

  1. Gostei de conhecer um pouco mais sobre Sandra Fayad. Abraços e sucesso no almoço!

    ResponderEliminar