domingo, 23 de maio de 2010

Crónicas da Minha Terra - Por Arlete Piedade - Aveiro Cidade de Santa Joana Princesa

Crónicas da Minha Terra - Por Arlete Piedade - Aveiro Cidade de Santa Joana Princesa

No passado fim de semana de 15 e 16 de Maio, perdi a cabeça e resolvi ir viajar até Aveiro! Pois é, eu que sempre fico em casa, (salvo quando saio...), aproveitei o convite da Meg Kopler, minha amiga virtual há largos anos, brasileira a residir agora em Aveiro, escritora, poeta e colega no Raizonline, e fui passar um fim de semana repousante na cidade de Santa Joana Princesa.

Santa Joana era uma princesa que viveu no século XV. Era filha dos reis de Portugal, D. Afonso V e D. Isabel. Como os Reis não conseguiam ter filhos e portanto um herdeiro para o trono, foram orar a um santo que se dizia que atendia os pedidos das mães para engravidarem. Foram atendidos e nasceu uma linda princesinha, que desde logo foi jurada como a herdeira do trono de Portugal.

Mas dois anos depois nasceu um irmão e portanto foi o príncipe nomeado como herdeiro do trono dado ser do sexo masculino. No entanto a princesa sempre desejou dedicar-se á vida religiosa o que o pai (a mãe tinha falecido entretanto) , assim como o irmão e os nobres da coroa, não aceitavam facilmente.

Desde menina que se dedicava a ajudar os pobres e a viver uma vida de austeridade, usando trajes de burel por baixo das roupas ricas de princesa.

A princesa era muito pretendida pelos reis dos outros países, para casar com os seus filhos, porque era muito linda, de luminosos olhos verdes, muito boazinha e de pele branca, mas nunca aceitou casar-se, tendo escolhido o Convento das Dominicanas de Aveiro, que era onde se vivia com mais pobreza e austeridade, para professar e seguir o desejo do seu coração de dedicar a sua vida a Jesus Cristo.

1 comentário:

  1. Que os abraços da Arlete sejam os meus, por extensão. Adoro a Meg.

    ResponderEliminar